Um recado aos jovens

Os jovens — e digo os jovens de todas as classes — estám um pouco a mercê de um sistema que nom conta com eles, que, hipocritamente, fala deles. O 25 de Abril nom foi feito para esta sociedade, para aquilo que estamos agora a viver. Aqueles que ajudárom a fazer o 25 de Abril, que nom fôrom só aqueles que o figérom, imaginárom umha sociedade muito diferente da atual, que está a ser oferecida aos jovens. Os jovens deparam-se com problemas tam graves ou talvez mais graves que aqueles que nós tivemos que enfrentar — o desemprego, por exemplo — e por isso nom tenhem recursos. O sistema ultrapassa-os, o sistema oprime-os, criando-lhes umha aparência de liberdade.

Eu creio que a única atitude foi aquela que nós tivemos — «nós», eu refiro-me à minha geraçom — de recusa frontal, de recusa inteligente, se possível até pola insubordinaçom, se possível até pola subversom do modelo de sociedade que está a ser oferecido. Com belos discursos, com o fundamentamento da legalidade democrática, com o fundamento do respeito polos cidadaos, polos direitos dos cidadaos, é de facto umha sociedade teleguiada de longe por qualquer FMI, por qualquer deus banqueiro, que é imposta aos jovens de hoje. Tal como nós, eles tenhem que a combater, tenhem que a destruir, tenhem que a enfrentar com todas as suas forças. Organizar-se para criarem a sociedade que tenhem em mente, que nom é, com certeza, estou convencido, a sociedade de hoje.

— Excerto de uma entrevista à RTP em 1984.

2 meses atrás

AJA Galiza

No dia de hoje, 23 de Fevereiro, adicionamos mais um aos anos que passárom desde que José Afonso nos deixou, em 1987, após luitar contra umha esclerose lateral amiotrófica (ELA), umha doença que continua hoje sem cura. Porém, para nós, na AJA Galiza, é tempo de lembrar o homem que insistiu nom ser tristeza através da sua trajectória e dos seus valores. Fazemo-lo hoje resgatando umha produçom do Canal Cascais sobre a história do Zeca e do Grândola — a cançom que o liga definitivamente à Galiza.Zeca Afonso passou pela Estudantina de S. Domingos de Rana antes do 25 de abril. Atraves de testemunhos de Arnaldo Trindade, Jose Jorge Letria, Jose Manuel T... ... Ver maisVer menos

Ver no Facebook

2 meses atrás

AJA Galiza

Começa a 4ª ediçom da semana cultural das Convergências Portugal-Galiza coa que colabora a Associação José Afonso e que desenvolverá atividades culturais na ideia de unir as duas beiras do Minho. Abrira-se este domingo 18 de fevereiro no Auditório da Casa de Rosalía, em Padrom, as 12h30 com um concerto de Canto D'aqui e Iria Estévez. Apareçam! ... Ver maisVer menos

Ver no Facebook
2018-01-10T13:51:40+00:00